Telefone Mestieri São Paulo: (11) 3862-4421 | Belo Horizonte: (31) 4063-9026São Paulo: (11) 3862-4421 | Belo Horizonte: (31) 4063-9026

Assessoria em Cálculos Judiciais

Pacote de serviços de banco varia 62% - 31/10/2011
Fonte: Jornal da Tarde - Ligia Tuon

O valor das tarifas de pacotes bancários padronizados de tarifas (os mais baratos que podem ser cobrados) tem diferença de até 62% de uma instituição para outra, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP.

O menor valor verificado no dia 16 de maio foi de R$ 10,50 por mês no Itaú Unibanco; o maior, de R$ 17, no Banco Safra. Porém, muitas vezes, o cliente não sabe pelo que está pagando nem o que compõe o pacote contratado.
O protético Luiz Majikina, de 56 anos, revela pagar taxa mensal de R$ 26,50 ao banco, mas não soube detalhar o serviço. “Na hora que eu abri a conta, eles me avisaram dessa taxa e eu aceitei. Só sei que tenho direito a 20 extratos por mês, mas não uso isso tudo”, diz.

“O usuário deve ficar atento, conhecer o seu perfil para escolher o conjunto de serviços em que se enquadre”, aconselha a técnica do Procon-SP Shirlei Pereira.

É importante saber que existe um plano essencial com serviços gratuitos (veja no quadro ao lado), pelos quais o cliente tem direito, e o pacote padronizado, estabelecido pelo Banco Central – que inclui confecção de cadastro para início de relacionamento, oito saques mensais, quatro extratos por mês, além de dois extratos do mês imediatamente anterior e quatro transferências entre contas do mesmo banco.

Jefferson Araújo dos Santos, de 30 anos, também não sabe dizer se o seu plano de serviços bancários é padronizado ou básico. “Não fui eu quem escolhi, mas pago R$ 30 por mês”, afirma.

“O banco é obrigado a ter uma tabela com todas as tarifas cobradas e com todos os pacotes oferecidos. A tabela pode estar no site e agências, e no próprio extrato devem constar as taxas que o cliente paga”, diz técnica do Procon-SP.
Shirlei alerta que mesmo que o usuário não tenha contratado nenhum pacote, caso exceda o uso de algum serviço, terá que pagar serviço de forma avulsa. “E isso também deve vir especificado no extrato”, afirma. “Qualquer dúvida, o cliente deve entrar em contato com o gerente da sua agência para se informar”.

As taxas cobradas pelas instituições são custos que o banco repassa para o cliente, segundo o professor de MBA da FIA, Roy Martelanc. Se o cliente tem um movimento grande no banco, pode negociar redução do preço dos pacotes, aponta. “Esses custos podem ser diluídos em investimentos, empréstimos e aplicações, se o cliente utilizar esses serviços”, diz.

Outro dado revelado pela pesquisa foi a queda média de 11% no valor dos pacotes. “Dos sete bancos analisados, porém, dois mantiveram os valores no período”, diz Shirlei, do Procon. “Os serviços oferecidos, no entanto, continuam os mesmos.”

Mestieri & Seidl - Consultoria e Serviços

Rua da Mooca, 2206 - Cj 7 | 2º andar - Mooca - São Paulo, SP - CEP: 03104-002
Telefones: São Paulo: (11) 3862-4421 | Belo Horizonte: (31) 4063-9026
© 2017 Mestieri & Seidl - Consultoria e Serviços. Todos os Direitos Reservados.
Mapa do Site